11 maio 2018

"Sigrid - A Princesa Atrapalhada"—Resenha

Olá amados! Tudo bem com vocês? Desejo que sim, amados estou trazendo uma super resenha para vocês, eu recebi esse livro da EDITORA Sekhmet , a obra "Sigrid - A Princesa Atrapalhada" da talentosíssima escritora Manu Saraiva. Uma fantasia com uma pitada de bom humor, gostosa de acompanhar.




































Link para compra:Sigrid - A Princesa Atrapalhada—Editora Sekhmet



Manu Saraiva com toda a certeza do mundo, criou uma obra tão leve e descontraída, de leitura fácil bem humorada, com personagens cativantes e incríveis, evo confessar que sua narrativa leve e precisa me cativou, sua simplicidade e veracidade em desenvolver a obra, a autora tem uma forma de descrever a cena que prende quem ler. 

Amei a forma que ela criou a personagem Sigrid, foi algo que literalmente me conectou com a personagem, uma menina de alma livre, corajosa, sincera e verdadeira, mostrou uma mocinha fora dos padrões, nada de seguir regras , sempre seguindo seus instintos e sentimentos.



O livro Sigrid foi uma descoberta para mim,  tipo de pessoa/ personagem que encanta pela forma de ver a vida, ela dá uma sensação de que podemos fazer o que quisermos —é de fato podemos— de que precisamos ser nós mesmos, sem mascarás , sem medos, sem vergonhas, apenas mostrar nossa verdadeira essência.


Vejo Sigrid como uma obra para lermos várias e várias vezes, pois é um livro que vicia , prende ,e encanta e nós faz rir de uma forma maravilhosa, eu 
 me identifiquei muito com a forma que a história foi contada, as emoções que eu sentir na leitura, foram arrebatadoras. a narrativa da Manu é simplesmente mágica, me fez esquecer do mundo, eu apenas foquei na linda historia a minha frente.


Personagens cativantes, determinados, corajosos e tão inspiradores, essa obra é tão singular, sem dúvidas ela criou uma obra tão unica, tão original, tão extraordinária, a escritora tem uma forma de escrever que cativa a quem ler, impressiona, ela é forte e diferenciada,descreve as coisas tão bem, e como se de fato eu estivesse diante dos personagens. As vezes eu me esquecia de onde estava e mergulha apenas na leitura.


Foram tantos sentimentos transmitidos, parabenizo a escritora pela obra e agradeço por me proporcionar uma das milhas melhores leituras da vida. Eu já disse muitas vezes, mas gosto sempre de lembrar que: são livros assim que me lembram o porque de amar tanto a literatura nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário